Em menos de um mês de sua apresentação em Genebra, McLaren Senna GTR já esgotou


Se você se interessou por um McLaren Senna GTR, tenho uma notícia bem triste. O carro já esgotou. Apresentado durante o Salão de Genebra, no início desse mês, a versão mais insana do McLaren acaba de deixar de aceitar pedidos. Esgotando em menos de um mês, ele tinha produção limitada de 150 unidades e na sua apresentação já tinha uma lista de 75 interessados. Pesando 1.198kg, ele conta com o mesmo motor 4.0 V8 biturbo que desenvolve 800cv de potência e 81,6kgfm de torque. O motor é o mesmo do 720S, mas 80cv mais potente e 85kg mais leve que o irmão. Segundo a McLaren, ele acelera em apenas 2,7 segundos e chega a velocidade máxima de 340km/h. Entre as novidades, ele foi calçado com pneus Pirelli de competição, além de uma melhora aerodinâmica. Em relação ao Senna normal, o GTR possui um kit de carroceria onde se destacam os novos para-lamas, saias laterais, splitter dianteiro, difusor traseiro e o novo aerofólio traseiro ativo. As portas também foram redesenhadas para melhorar o rendimento aerodinâmico. Além disso, as janelas de vidro foram substituídas por outras de policarbonato, muito mais leves. Cada unidade deve ser vendida por 1 milhão de euros, cerca de R$5 milhões. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen ainda espera desenvolver um Golf de 420cv, segundo canal no Youtube

Mercedes-Benz confirma detalhes do fim do motor V12 durante o Salão de Paris

Volkswagen confirma vender elétricos da linha ID pelo mesmo preço dos carros diesel

Nova geração do Jaguar F-Type pode usar motor 4.4 V8 biturbo da BMW e chega em 2020

Citroën confirma sinal verde para desenvolvimento do exótico sedã C6 para depois de 2020

Nova geração do Renault Clio estreia no Salão de Genebra, apenas em março de 2019

Toyota vende Corolla XEi com desconto de R$6 mil durante esse mês com o "Corolla Fest"

Para Renault, Duster é para marca o que o Mustang é para a Ford, em grau de importância

SOL apresenta o E20X no Salão de Pequim, primeiro fruto entre JAC e Volkswagen

Há um ano: representando nova fase da Citroën, Jumpy marca novos comerciais leves