Nova geração do BMW Série 5 comemora um ano de mercado com briga pela liderança do segmento


A BMW lançou há um ano a nova geração do Série 5. Depois de perder em vendas nos últimos anos para rivais como Mercedes-Benz Classe E e Jaguar XF, o Série 5 cresceu em 2017 e conseguiu a liderança do segmento no ano passado, mas em 2018 trava uma disputada liderança com o Mercedes. A nova geração do Série 5 se baseia na nova geração do Série 7, apresentada ano passado. Assim como o maior maior, o Série 5 ficou mais leve, conectada, segura, confortável e eficiente. Além disso, adota um design menos conservador e mais esportivo, trazendo ainda novas tecnologias do mundo atual. A nova geração ganha controle de faixa até os 210 km/h, onde ele pode assumir a direção para fazer uma mudança de forma segura, além de leitores das sinalizações no solo e em volta do veículo, que evitam uma mudança não desejada e colisões laterais. O piloto automático adaptativo pode trabalhar em conjunto com estes sistemas, além de fazer as acelerações e frenagens para o motorista até os 210km/h. Há ainda uma evolução do sistema de star-stop, que faz a leitura das condições do trânsito e uso do carro para decidir de desliga ou não o motor nas paradas. E, como dissemos que o Série 5 se aproxima muito com o Série 7, para estacionar a BMW possui sistema que procura uma vaga online, faz a reserva e se estaciona, mesma função do irmão maior. No interior, destaque para o maior espaço para pernas e ombros dos passageiros do banco traseiro. Como esperado, o Série 5 adotou a central multimídia do irmão maior, com controle por toque na tela de 10,25″, comandos de voz ou por gestos. Além do básico, como navegador GPS e bluetooth, há o espelhamento via Apple Car Play, pela primeira vez sem fio, e conexão com o Microsoft Office 365, permitindo edição de textos e emails de dentro do carro. Para manter o ambiente fresco, o ar-condicionado é de 4 zonas, com leve perfume. O motor do sedã é o conhecido 2.0 Turbo na versão 530i, que desenvolve 255cv de potência e torque de 35,6kgfm, que acelera de 0 a 100km/h em 6,2 segundos com tração traseira. Na versão 540i, o sedã conta com motor 3.0 de 6 cilindros em linha, que desenvolver 345cv de potência com torque de 45,9kgfm e acelera de 0 a 100km/h em 4,9 segundos com tração traseira. Em ambos os casos o câmbio é automático de 8 velocidades.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen ainda espera desenvolver um Golf de 420cv, segundo canal no Youtube

Mercedes-Benz confirma detalhes do fim do motor V12 durante o Salão de Paris

Volkswagen confirma vender elétricos da linha ID pelo mesmo preço dos carros diesel

Nova geração do Jaguar F-Type pode usar motor 4.4 V8 biturbo da BMW e chega em 2020

Citroën confirma sinal verde para desenvolvimento do exótico sedã C6 para depois de 2020

Nova geração do Renault Clio estreia no Salão de Genebra, apenas em março de 2019

Toyota vende Corolla XEi com desconto de R$6 mil durante esse mês com o "Corolla Fest"

Para Renault, Duster é para marca o que o Mustang é para a Ford, em grau de importância

SOL apresenta o E20X no Salão de Pequim, primeiro fruto entre JAC e Volkswagen

Há um ano: representando nova fase da Citroën, Jumpy marca novos comerciais leves