Depois da América do Norte, Ford pode "fazer a limpa" no lineup da Europa também


A Ford está revendo seus negócios em todo o globo. Depois de radicalizar na América do Norte e já confirmar mudanças para a operação da América Latina, a Ford Europa também deve passar por uma reforma. Na Europa, a Ford vende EcoSport, Kuga e Edge. EcoSport e Kuga bateram recordes de vendas na Europa em 2017 e tudo indica que a Ford caminhe para apostar em SUVs e picapes também na Europa. Mas lá, exige um pouco mais de trabalho de engenharia devido às duras regras de emissões. O Mondeo, versão europeia do Fusion, as minivans C-MAX, S-MAX e Galaxy caíram nas vendas. “Um de nossos problemas é que estamos atrasados na mudança para utilitários e agora nosso portfólio é pequeno para este lucrativo segmento em crescimento", disse Jim Farley, CEO da Ford, durante uma apresentação recentemente, em entrevista ao Automotive News. Só as vendas da C-MAX caíram 18% na primeira metade de 2018 ou seja, a marca deve passar por um processo de reestruturação futuramente. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mercedes-Benz confirma detalhes do fim do motor V12 durante o Salão de Paris

Volkswagen confirma vender elétricos da linha ID pelo mesmo preço dos carros diesel

SOL apresenta o E20X no Salão de Pequim, primeiro fruto entre JAC e Volkswagen

Volkswagen ainda espera desenvolver um Golf de 420cv, segundo canal no Youtube

Volkswagen confirma que Fusca deve retornar como elétrico de 4 portas no futuro

Toyota vende Corolla XEi com desconto de R$6 mil durante esse mês com o "Corolla Fest"

Nova geração do Renault Clio estreia no Salão de Genebra, apenas em março de 2019

Brabham apresenta o BT62 na Inglaterra, bólido de 710cv de potência e com motor 5.4 V8

Para Renault, Duster é para marca o que o Mustang é para a Ford, em grau de importância

Há um ano: representando nova fase da Citroën, Jumpy marca novos comerciais leves